segunda-feira, 19 de maio de 2014

A Magia do Poema



Chegas-me em forma de poema e sorrio. Bebo cada palavra como se elas fossem a tua boca onde gosto de ficar, degustar lentamente o teu sabor de mel e de estrelas.

Quando chegas no silêncio da noite, gosto de percorrer os segredos dos teus versos, pele adocicada que me arrepia os sentidos e me faz desejar-te mais e mais como se fosses parte do meu ser. Tu estás aqui… quero desvendar-te, beijar amorosamente os teus sonhos, enleá-los aos meus e desnudar os corpos cansados e ávidos que vestem as nossas almas. Os meus olhos de horizonte perdem-se em ti… despem sílaba a sílaba cada milímetro das tuas palavras. O mistério da tua alma revela-se, a magia do teu ser sempre a murmurar amor.

Mago do meu Destino, rendo-me ao teu feitiço, tu sabes como acordar os meus sentidos mais escondidos, tens a alquimia do mistério que nos une. As tuas palavras são um incêndio que me ateiam o desejo e nelas gosto de me perder alucinadamente. Os meus braços flutuam no teu corpo feito de palavras, os teus abraços são asas que me fazem levitar no prazer cálido do teu murmúrio.

Gosto da tua voz quando ela entra no meu coração e a melodia da tua alma me canta histórias vividas, reminiscências perfumadas que pousam delicadamente no meu pensamento e me fazem sorrir. Sabes-me a infinito, a luares de primavera, harmonia celeste tatuada nos poros que se perfumam de oásis e porvir.

Serão ilusões, meras quimeras? Serão somente palavras andantes que gostam de brincar com emoções ou serão desígnios de uma missão que ainda não findou?

Princesa do Mar

1 comentário:

Druida da Noite disse...

Há sempre um segredo por desvendar, um mistério por descortinar, é essa a magia da emoção, a vontade que por vezes disfarçamos com a ilusão. Este desejo feito de palavras é uma realidade que se foi adiando até a Alma não aguentar mais a saudade. São assim os sonhos, saboreados até à exaustão dos corpos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...