domingo, 4 de agosto de 2013

Momentos mágicos



Ela esperava… suspirava por entre as brisas que lhes penteavam os cabelos longos e desalinhados, cheios de sol. Havia um silêncio que a confortava como se ela pudesse escutar a melodia de uma voz tão sonhada. Ausentava-se de todos, recolhia-se no seu (a)mar tão cheio de memórias. Sabia que aqueles momentos mágicos de solidão lhe trariam os abraços do seu amor. Ela vislumbrava-o em todo o seu ser, como se ele fosse parte da sua alma.
O sol sorria-lhe. Ela olhava o horizonte e sorria também. Todos os sentidos lhe falavam do mesmo nome, murmúrio doce que cantava na sua alma. As gaivotas eram mensageiras de uma saudade longínqua, bailavam numa coreografia de segredos e vontades que os seus olhos entendiam.
E assim ela se entregava a mais um dia de ausências, momentos áureos em que o sonho baloiçava feliz, como uma criança que desejava o sorriso da vida.


Princesa do Mar


2 comentários:

Jose Lopes disse...

Impressiona-me como consegues imprimir colorido a sentimentos à partida sombrios, como a saudade e a solidão, tão somente pela magia das palavras num envolvente bailado sintático. Pérolas de emoção... aconchego aos nossos sentidos.

Druida da Noite disse...

As ausências são um mar que sepára vivências, que nos impede de estar onde queremos que estejam os nossos mais secretos desejos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...