quarta-feira, 3 de abril de 2013

Diz-me, Anjo...



Diz-me, Anjo...

Quem te faz flutuar no vento? Que fonte te sacia o segredo da alma? Que universos percorres nas veredas dos teus sonhos? Alquimista da Noite, Mágico dos Sentidos, albergas o mistério das madrugadas… Em ti mora o dom das palavras, suave toque da alma que desenha sorrisos cálidos nas noites frias de uma ausência.

Atenua-se a ilusão de um querer, apazigua-se o temporal do coração… o sol dos teus olhos poisa na morada obscurecida dos sentidos… ilumina a escuridão das tantas letras perdidas e amachucadas pela solidão do Tempo. Em ti, a noite é uma cintilação azul, há uma estrela que veio do mar e te perfumou a essência com aromas de eternidade.

Não sei quem és… Sei que espalhas timbres de sonhos nos corações amargos que desejam sentir a vida, vertes no cálice da angústia gotas de mel, sonâncias belas que enfeitiçam e fazem amar... És um Mago… Rei das Quimeras… transformas lágrimas em cristais de luz, guardas fragrâncias de saudade no refúgio da tua alma e derramas poesia nos olhos de quem te ama.

Princesa do Mar 

1 comentário:

Druida da Noite disse...

è afinal esse o desígnio dos Anjos, cavaleiros das nuvens que, são breves utopias, nas noites frias de desencanto, que com seu manto de plumas vêm cobrir todos nós, fazendo-nos adormecer em paz.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...