quinta-feira, 21 de junho de 2012

O abraço de uma ausência...



Meu amor…

A solidão abraça-me com o sorriso das tuas lembranças. A tua ausência não consegue apagar o fulgor deste sentimento que cresce amorosamente dentro do meu peito.

Labaredas de cristal, num crepitar transparente de sensações, acendem o crepúsculo abandonado dos sentidos. Inspiro-te, conheço o teu perfume, aromas de silêncio que me escrevem melodias no horizonte dos teus olhos.

Hoje somos estrelas distantes, luzes fulgurantes de um sonho que aconchegamos no esconderijo das nossas almas. Somos pedaços de brisa que se encontram nas noites adormecidas e nos acordam a mente em direção ao suspiro das palavras. Nascem poemas como cascatas de desejos que fluem desalinhados no Tempo, palavras desamparadas, almejando o encontro dos corpos.
Meu amor… tu habitas-me, voluteias no meu futuro! És a história que eu canto ao vento, no desalinho das rimas que me orientam os passos rumo ao teu pensamento, pétalas ondulantes de versos que afagam o jardim da memória.

Enlaço-te a voz, abrigo-me nos acordes do teu respirar e oiço o segredo do teu coração. Aninho-me na música dos teus sonhos. As tuas asas acolhem-me nas noites vazias… sombras que se esvaecem na luz rutilante dos teus abraços. Ficas assim comigo, misteriosamente unos, até que o Sol me beije com o calor imenso da tua saudade.

Princesa do Mar

4 comentários:

Druida da Noite disse...

Nessa essência nasce o éter dos sentidos, a profundidade dos desígnios que fazem das palavras dedos e dos dedos medos que se partilham, mas que nos atrevemos a dizê-los.

Sempre belo

© Piedade Araújo Sol disse...

uma prosa poética muito bela.

um bom fim de semana.

um beij

Natural.Origin disse...

Adorei ler.
*

Sonhadora disse...

Minha querida

As tuas palavras são um rio a transbordar na espuma dos dedos...um mergulho silencioso na alma.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...