domingo, 13 de novembro de 2011

Amo-te...



Amo-te num mundo que é só meu, neste imaginário em que me resguardo e onde me perco em fantasias e estrelas... Amo-te naquele tempo que ainda não existe e onde te encontro em cada saudade do meu peito. Por ti eu vivo... renasço... e busco-te na solidão da espera, no silêncio dos mil sons que dançam lembranças do que ainda não vivemos. Aspiro as brisas que sopram sobre estas ondas prateadas porque que sei que nalgum lugar sentirás o mesmo vento a acariciar a tua pele e a murmurar-te as canções silentes da minha alma.

Quando anoitece, bebo o luar do céu, propalo sobre mim a luz macia das auroras que trazes nos teus olhos... faço-me estrela a florescer no horizonte que é só teu e que sonhas nos segredos da noite. Banho-me em cascatas de ternura que jorram do teu querer, sou música celeste nas cores que matizas na tela invisível dos teus sonhos...sou miragem que te abraça na placidez das madrugadas, sou o sorriso que desenhas nos teus lábios e que beijas amorosamente em cada pensamento teu.

Olho-te mansamente nos meus olhos, sinto que o amor chegou... instalou-se subtilmente no meu coração... e esse amor tem asas...leva-nos para longe...voa para o infinito onde o alvorecer é eterno e onde o encantamento do [re]encontro não é simplesmente uma utopia.

Princesa do Mar

12 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Que não seja utupia esse sonho, mas um amor eterno.
Lindo como sempre ler a tua alma.

deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

manuel marques disse...

lindo demais.
O amor é de uma natureza tal que quanto mais se ama mais se deseja amar .

Beijo.

Artes e escritas disse...

Gostei do seu blog embora não seja agente secreto para descobrir os segredos de nenhum coração:). Um abraço, Yayá.

Filipe Campos Melo disse...

um traço incontornável de melancolia (intemporal)
que demora, tocando, o leitor

Bjo.

retrato... disse...

o amor não tem limites e sentido na forma escrita como está, reflete bem o quanto ele é responsável pelo encantamento que se dá ás palavras... a poesia conjugada com o dizer "Amo-te".

bj...nho

A. disse...

desculpa a curiosidade mas é que tanto me estás a seguir como não.
porquê?
beijinhos
:)
A.

Vera disse...

Há frases mágicas neste teu texto, como o "bebo o luar do céu", entre outras. Adorei ler e sentir!

Beijo

Princesa do Mar disse...

Olá A.

Não sei o que se passa. Eu nada faço, deve ser do próprio sistema, pois também tenho seguidores que o são e depois deixam de o ser...e vice versa! Eu sigo-te e se sair de lá, não será por minha iniciativa.

Beijos

Princesa do Mar disse...

Obrigada a todos os amigos que por aqui passam. Estas brisas murmurantes são o meu alimento de alma, os meus sonhos suspensos, são necessidades de alma...

Abraço-vos com ternura e admiração

Sonia Schmorantz disse...

Façamos de nossa vida uma extensão da noite de Natal,renascendo continuamente em amor e fraternidade. Natal, noite de alegria, canções, festejos, bonança.
Que seu coração floresça em amor e esperança!

retrato... disse...

Amiga,

hoje, não vou comentar o teu post vou, isso sim, desejar-te um Feliz Natal, daqueles para recordar.

bj...nho

joaquimdocarmo disse...

Princesa
"A Verdade é o caminho, o Bem é a acção, o Belo é o sentimento. Eis o caminho para ser Feliz. Basta percorrê-lo!"
Beijinho e Feliz Ano Novo 2012!
Quicas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...