segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Murmúrio da Noite



Murmura-me a noite. Traz-me pedaços de ti, estrelas dos teus sonhos, abraços de brisa envolventes de ternura. Sabes dos meus sentidos, dos meus devaneios que se deitam na tua almofada despertando poemas nas tuas mãos vazias, tão cheias de mim. Há um vazio eloquente que brama aos sete ventos, há uma alegria que quer sorrir e reclama as cores perdidas no relicário do Tempo.
E a poesia está em ti, brota harmoniosa em cada pensamento teu, floresce cintilante, em estrofes azuis, versos coloridos em rimas esvoaçantes que flutuam na madrugada deslumbrante do meu (a)mar.
Amo a noite. Ela é o meu conforto, o meu silêncio, tem a melodia do teu ser que me (en)canta e desenha carícias no meu peito. Agasalho-me secretamente em ti, toco as lembranças do futuro e deixo-me ficar adormecida, até que o alvorecer me acorde e me presenteie com as borboletas dos teus poemas, que suavemente pousam nos meus longos cabelos de brisa, perfumados de ti.

Princesa do Mar

3 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Lindo tem a magia do sonho a dois, numa noite de luar...dos amantes.
adorei ler.

beijinhos
Sonhadora

Colecionadora de Silêncios disse...

Belíssimo o seu texto! Poeticamente belo...
Amei!

Beijos :)

Emília disse...

Parabéns pelo seu trabalho neste espaço de partilha em 2010 e faço votos que 2011 seja um ano cheio de sonhos concretizados!
Um abraço

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...