quarta-feira, 12 de maio de 2010

No teu abraço...



"(...) No teu abraço, eu abraço o que existe,
a areia, o tempo, a árvore da chuva,

e tudo vive para que eu viva:
sem ir tão longe posso ver tudo:
na tua vida vejo tudo o que vive."


Excerto de "Soneto VIII", de Pablo Neruda,

in "Cem Sonetos de Amor"

2 comentários:

Sonhadora disse...

Lindo, como só Neruda sabe.
Bela escolha

Beijinhos

Emilia disse...

Muito belo.
Obrigada pelo momento.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...